Lugares dentro de mim, Lugares...

Tudo que sempre quiz conhecer, é também tudo que  sinto quando estou perto dele.
Um grosso, bobo e que eu insisto minhas cartas roubadas, meu ar, meu tempo.
Fiquei um tempo admirando as luzes, luzes que brilham, fiquei imaginando o futuro através da minha mente articulosa.
E percebi: Eu sou um ser no meio do mundo, perdida, Gritando por s.o.s, onde não existe mais ninguém.
Exijo saber qual foi a parte que me afoguei, nesse inverno que trás cheiro de rosas, e imagens distorcidas do Respeito.
Eu sou estranha? Como o sentimento?
É. Não tão quanto o sentimento, mais sou sim. Quero dizer que você faz os dias de estranheza, se tornarem um pouquinho melhor, e isso não quer dizer que vou mudar de novo pra cuidar de tudo.

Cansada da farsa de ser aquele moça que aceita tudo que acontece. Abaixa a cabeça e segue a vida...
Cansada de amar sozinha, e continuar enfrentando.
Cansada de ser pedaços quebrados de um espelho sem serventia.

2 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.