-Era como estar presa em uma garrafa pet. Um lugar apertado, quente e tenso.
E me sentir totalmente desprotegida. Foi naquele dia que eu soube que eu não queria estar naquele lugar, Com poucos amigos ,o cheiro de pueira que ardia o nariz, foi naquele minuto que eu decide que eu seria eu mesma sem precisar de concordância dos demais.

Parei de colocar sentimento , e parei de me deixar levar pelo coração.
Parei de lutar, lutas que não eram minhas.
Parei de gritar, mais comecei  a me comunicar com sinceridade, e quase já não tinha travas na minha lingua.
Eu realmente tinha aprendido a lição, eu realmenti tinha mudado.

Ou eu apenas cresci.










4 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.