Era uma noite de verão...
E ela só queria sair da cidade sem se despedir de ninguém, mesmo ela tendo sido tão feliz ali.
E se ela continuasse tentando empurrar a vida pra frente vivendo lá, se perguntaria quantas vezes ao dia olharia pela janela, esperando ele chegar pela porta da frente daquela livraria velha, que tinha cheiro de verniz fresco... Trazendo consigo suas flores preferidas, suas tulipas delicadas... Com aqueles mesmos olhos verdes, e aquele mesmo cabelo desajustado... Se perguntaria, quantas vezes tomaria vinho se lembrando daquele sorriso meio sem rumo que ele dava, sempre que ela o olhava?
-Era um noite de verão, cujo qual ela pedia que acabasse logo e com a noite fosse embora também sua agônia, sua tristeza.
Ela fugiu, Correu, gritou no meio da passarela... Querendo dizer que o amava, e que sempre o amaria.
    Carregava  no bolso esquerdo da calça jeans preferida, a única foto que eles tiveram tempo de tirar, o anel de noivado e suas últimas  esperanças, sim, ela levara também suas últimas  esperanças dentro do bolso... Ela sabia que veria ele outra vez, sabia também que isso podia demorar... Mas que diferença fazia? Ela já havia esperado ele a vida toda.
É difícil  ser romantica demais. 
Por que nunca encontramos alguém que supere todas nossas expectativas...
Parece que você está sempre andando entre os carros, e ninguém te vê ali.
É como se o verão nunca tivesse chegado.
É isso que acontece quando você enxerga o mundo com outros olhos.
Com olhos mais intensos, mais realistas...
É como viver em um lugar, um paraíso qualquer, que ainda não se adaptou ao seu jeito de pensar.
É como viver em um lugar frio, que faz muito calor, é como se perder no caminho que te leva de volta pra casa;
Ai você percebe que não sabe mais o que fazer pra que as coisas voltem ao normal. Aí você percebe que perdeu a vontade de fazer planos, porque tem medo deles não se realizarem. Você volta no passado, lê cartas antigas, lembra dos velhos amigos e mesmo assim continua achando que você é diferente de tudo que existe.
Você é de Marte, Vênus... Você é de um planeta melhor, pior, desconhecido.
Você volta no passado e tenta concertar, mas continua tudo igual.
Você é meio igual, meio diferente e se contradiz sempre que pode...
[...] Porque a verdade é que, nem você mesmo sabe quem é !
 






Equilíbrio,Você sempre me dá equilíbrio...

Você, Pra sempre, Você.

O dia faz todo sentido, o dia vale a pena, se eu souber que a noite eu verei seu sorriso pra mim.
Então comecei a acreditar que na vida o que realmente vale a pena, é o que você está disposta a ceder. Nem que seja de vez em quando.
Aprendi que quando se erra um vez  isso te traz força  pra que você não abuse da sorte.
Quer saber meu maior segredo?!

- Eu estou aqui pra te fazer feliz, e se  você for feliz então eu também serei.
 -Estou aqui para te dizer...  Eu já não sei o que seria viver sem você.

E depois que descobri tantas coisas, comecei a me redescobrir , e me colorir outra vez.
E analizando eu te equilibro e você me equilibra, somos lados opostos da mesma face.
Somos reais.
Pois já não temos tempo pra conto de fadas.


Lugares dentro de mim, Lugares...

Tudo que sempre quiz conhecer, é também tudo que  sinto quando estou perto dele.
Um grosso, bobo e que eu insisto minhas cartas roubadas, meu ar, meu tempo.
Fiquei um tempo admirando as luzes, luzes que brilham, fiquei imaginando o futuro através da minha mente articulosa.
E percebi: Eu sou um ser no meio do mundo, perdida, Gritando por s.o.s, onde não existe mais ninguém.
Exijo saber qual foi a parte que me afoguei, nesse inverno que trás cheiro de rosas, e imagens distorcidas do Respeito.
Eu sou estranha? Como o sentimento?
É. Não tão quanto o sentimento, mais sou sim. Quero dizer que você faz os dias de estranheza, se tornarem um pouquinho melhor, e isso não quer dizer que vou mudar de novo pra cuidar de tudo.

Cansada da farsa de ser aquele moça que aceita tudo que acontece. Abaixa a cabeça e segue a vida...
Cansada de amar sozinha, e continuar enfrentando.
Cansada de ser pedaços quebrados de um espelho sem serventia.

Por que eu sei que é amor!

E eu sinto que é amor.
Por que quando olho nos olhos castanhos escuros dele, ali vejo o verão, a primavera, vejo tudo que  preciso pra viver feliz.
E quando estou perdida em pesadelos diários, ele me puxa pela mão, ele cuida de mim, ele sempre está ali, caso caia, ele me segura.
Meu sapo. 
Que  quando beijei se trasnformou no melhor principe de todos.
Vou te dizer sem você o mundo seria estranho.
O que sinto é grande, forte, teimoso.
O que sinto tem a força de um vulcão, é pura ventania é a coisa mais linda que alguém pode oferecer.
Somos formados por particulas completamente diferentes, mais ainda me pergunto, Porque  sinto como se você fosse um pedaço de mim?! Por que sinto que seu coração bate no mesmo ritmo que o meu?!
Por que sinto que se abrir meus olhos e você me abraçar o resto do ano  vai ser perfeito?!


Me responde! Por que você  faz com que eu me sinta  tão leve , tão boba, tão eu mesma?!
 Me responde! Por que quando choro por você,  acho que é dor demais pra uma pessoa só?!
Tantas perguntas, Você um dia vai me responder? 


Obrigada pela força.
E na verdade você  está certo, penso muito e talvez quando concluir meu pensamento, eu conte sobre nós.
Sobre o conto que eu tive que contar todos os dias , até você voltar pra minha vida como uma chama.



Um dia você vai entender o que eu sinto.

Um dia você vai descobrir que é amor , mais forte até mesmo que o amor dos outros normais.

P.s: Eu te amo.
-Era como estar presa em uma garrafa pet. Um lugar apertado, quente e tenso.
E me sentir totalmente desprotegida. Foi naquele dia que eu soube que eu não queria estar naquele lugar, Com poucos amigos ,o cheiro de pueira que ardia o nariz, foi naquele minuto que eu decide que eu seria eu mesma sem precisar de concordância dos demais.

Parei de colocar sentimento , e parei de me deixar levar pelo coração.
Parei de lutar, lutas que não eram minhas.
Parei de gritar, mais comecei  a me comunicar com sinceridade, e quase já não tinha travas na minha lingua.
Eu realmente tinha aprendido a lição, eu realmenti tinha mudado.

Ou eu apenas cresci.










Outra vez. Terceira vez, Isso nunca terá fim.

Tô arriscando outra vez. Tentando, E dessa vez eu não sinto mais medo. O medo já fez parte de mim, demais.
Então chega.
O tempo corre, então vamos começar a nos arrepender de não ter feito o que mandava o coração. Vamos nos arrepender de não ter tentado mais de uma vez.
Eu sempre tive a certeza de que aquele sorriso que ele dava , que fazia seus olhos ficarem puxados, aquele sorriso ele só dava quando olhava pra mim...




Enfim o amanhecer chegou, e tudo que eu sentia eram as mãos dele em minha volta, e tudo que eu sentia era uma puta de uma felicidade, uma felicidade que só ele me trazia.









Reage coração , Por favor reage.







Tecnologia do Blogger.