Palavras engasgadas em mim.

Da boca saem palavras que doem o coração.
Impulsionada pelos olhos, pela voz.
Disse coisas que não queria dizer. 
Coisas que não sabia dizer.
Entregou-se nas mão de alguém que á cuidasse bem.
Continuou dizendo até que lhe faltasse voz, respiração e lhe caísse o choro.
Chorou até que o sono chegasse. E chegou. Com toda calmaria , carregando soluços e soluços.
Tinha sido palavras tão fortes, que se engasgava em cada verso dito.
Tinha sido um choro difícil. Tinha sido. Agora não mais.




2 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.